relacaoinstitucional@paodospobres.com.br
Nos acompanhe nas redes sociais

Apadrinhamento afetivo

Toda criança precisa de muito amor para se desenvolver com saúde.

Pensando nisso, o Pão dos Pobres criou um programa de apadrinhamento, que pode conectar você, que tem afeto de sobra, com alguém que certamente irá retribuir com muito carinho.

O que é Apadrinhamento Afetivo?

O Apadrinhamento Afetivo é um programa com o objetivo de proporcionar troca afetiva entre as crianças e adolescentes de 8 a 18 anos incompletos, que estão acolhidos e que possuem pouco ou nenhum vínculo com familiares ou com a comunidade. O padrinho ou madrinha torna-se uma referência de afeto, apoio e orientação adultas fora da Instituição.

Qual a diferença entre apadrinhamento e adoção?

De forma simples, pode-se dizer que adoção é o ato pelo qual se cria um vínculo de filiação, quando não há um laço natural (genético). Ela é uma medida excepcional de inserção da criança ou do adolescente em uma família substituta, quando esgotados todos os meios de mantê-los no âmbito familiar natural.

Já o apadrinhamento não envolve guarda ou tutela legal e nem é um caminho para adoção. É uma prática solidária de apoio afetivo a crianças e adolescentes que vivem em instituições de acolhimento, na qual são promovidos vínculos seguros e duradouros entre os “afilhados” e as pessoas da sociedade que se dispõem a ser padrinhos ou madrinhas.

Como funciona ser padrinho (ou madrinha) afetivo?

Os padrinhos podem visitar seu afilhado na instituição de acolhimento, levar para passeios ou viagens nos finais de semana e feriados, também nas férias. Podem orientar seus estudos, levar ao médico, orientar quanto à formação futura. Geralmente, os encontros acontecem com uma frequência quinzenal.

Além de afeto, espera-se que os padrinhos proporcionem convivência em família e na comunidade para a criança ou o adolescente afilhado.

Como se tornar um “padrinho afetivo” do Pão dos Pobres?

Para ser um padrinho ou madrinha é necessário ter no mínimo 18 anos e não estar habilitado à adoção.

Depois de demonstrar interesse no programa de Apadrinhamento Afetivo do Pão dos Pobres por meio do preenchimento da ficha de inscrição (link abaixo), são realizadas entrevistas com os interessados e oficinas de formação de padrinhos/madrinhas (com certificado de conclusão).

Observação: exclusivo para residentes de Porto Alegre e Grande Porto Alegre.

Outras informações podem ser obtidas através do e-mail apadrinhamentoafetivo@paodospobres.com.br ou pelo telefone (51) 3433.6962.

Inscrições para 2022

Inscrições encerradas. Fique de olho no nosso site e nas nossas redes sociais para os próximos processos seletivos.