relacaoinstitucional@paodospobres.com.br
Nos acompanhe nas redes sociais

BLOG

img featured
DestaqueNa mídia 

Pão dos Pobres recebe 192 computadores do programa Sustentare

compartilhe

Os equipamentos serão recondicionados para doação a ONGs. Entidades podem entrar em contato para solicitar.

O curso de Manutenção de Computadores do Centro de Educação Profissional (CEP) do Pão dos Pobres acaba de receber um reforço importante: equipamentos para o aprendizado dos jovens.

Cerca de 192 computadores usados foram doados pelo Governo do Estado por meio do Programa Sustentare, atendendo à Política Nacional de Resíduos Sólidos, que encaminha para o destino correto os resíduos eletroeletrônicos de órgãos e entidades do Rio Grande do Sul. Os jovens aprendizes do Pão serão responsáveis por recondicionar essas peças e encaminhá-las para doação.

Com a parceria firmada, o CEP já recebeu os equipamentos eletroeletrônicos com possibilidade de recuperação. Outra etapa do Programa Sustentare será o envio de resíduos eletroeletrônicos para a descaracterização/reciclagem. A etapa de descaracterização/reciclagem fica a cargo das apenadas do Madre Pelletier e dos apenados da PECAN (Canoas), outras instituições parceiras.

O Programa Sustentare prevê três trilhas de destinação para os ativos eletroeletrônicos fora de uso dos órgãos públicos: de doação, quando os equipamentos forem avaliados como ociosos; de recondicionamento, quando recuperáveis; e de descaracterização/reciclagem, quando inservíveis. Instituições interessadas em solicitar doação de computadores recondicionados pelo programa devem acessar www.sustentare.rs.gov.br/adesão. No site também são disponibilizadas instruções de adesão ao programa e de descarte de resíduos eletroeletrônicos.

Órgãos e entidades responsáveis – A Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), por meio do Departamento de Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação (DGTIC), é a unidade gestora e preside o comitê deliberativo do Sustentare. A Procergs é a unidade executora do programa. A Susepe coordena a planta de descaracterização, que é feita pelas apenadas do Madre Pelletier e a reciclagem pela empresa parceira JG Recicla. O processo se completa com a implantação da planta de recondicionamento no Pão dos Pobres, oportunizando a prática a vários aprendizes.

Entidades que já aderiram – O Sustentare permite a adesão de municípios e outras instituições. Ao todo, 16 entidades já participam, como o Ministério Público do RS, Defensoria Pública do RS, Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal de Rio Grande e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), entre outros.

Sobre a Fundação O Pão dos Pobres – O Pão dos Pobres atende cerca de 1,4 mil crianças e adolescentes em seus projetos de Jovem Aprendiz, atividades de turno inverso escolar e acolhimento institucional. A missão da instituição é potencializar o desenvolvimento integral dessas crianças e adolescentes numa perspectiva solidária, construída por meio de práticas socioeducativas. Desde o seu início, a Fundação mantém seu trabalho com arrecadação financeira oriunda prioritariamente de empresas, convênios públicos e sociedade civil.

Na mídia:

O assunto foi destaque da coluna do jornalista Paulo Germano na Zero Hora impressa de terça-feira, dia 22 de dezembro de 2020.